Clínica Cirúrgica - Capítulo 05 - Infecção em Cirurgia

Cristiano de Souza Leão Maria de Fátima Silva de Lima Infecção do Local Cirúrgico  Introdução  A infecção do local cirúrgico é a segunda causa de infecção nosocomial, sendo responsável por até 38% dos eventos infecciosos. Estima-se sua incidência em 1% a 5% para 30 milhões de procedimentos cirúrgicos nos EUA, com custo médio de US$ 5.155 por paciente infectado em comparação com US$ 1.773 quando não há infecção.1,2  O modo de apresentação comum é a infecção superficial do local cirúrgico, porém esta pode se estender a planos profundos ou a cavidades. A infecção de local cirúrgico pode surgir até 30 dias durante o pós-operatório ou em situações em que há prótese, caso em que pode se apresentar até 1 ano após a data do implante.3,4  A maioria das práticas visa reduzir a população bacteriana da pele do paciente no momento da incisão cirúrgica; no entanto, a maioria dos estudos não esclarece quanto à superioridade do uso de gorros, propés e máscaras, apesar de seu uso ainda ser obrigatório na maioria dos centros cirúrgicos no Brasil e nos EUA.  Esta prática parece ter maior benefício como proteção individual do cirurgião. A participação do cirurgião na profilaxia da infecção de local cirúrgico envolve procedimentos como tração delicada,....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa