Manual de Urgências em Pronto Socorro - Parte 02 - Urgências Clínicas - Capítulo 69 - Urgências Psiquiátricas

Marcos Rodrigo Teixeira de Abreu. I. Introdução. Urgentes são os tratamentos que precisam ser feitos com rapidez. As pessoas que procuram ou são encaminhadas aos atendimentos de urgência mostram, na imensa maioria dos casos, alterações emocionais. O indivíduo é uma unidade pluridimensional, e tudo aquilo que ameace ou perturbe sua saúde, como os acidentes e as doenças das mais diversas naturezas, pode levar aos mais variados tipos de descontrole ou desequilíbrio. O médico, por lidar com o ser humano em situações de sofrimento, deve levar em consideração essa realidade e nela atuar, ouvindo, apaziguando e orientando tanto os pacientes quanto os familiares ou acompanhantes, pois a crise afeta a todos. Este aspecto da pastoral médica deve ser levado a todos os pacientes (e acompanhantes). A precariedade material de nossas instituições de saúde pode abater as motivações dos médicos que nelas atuam, mas não fazê-los esquecer que têm diante de si e de seu compromisso profissional o fenômeno existencial mais importante: a vida e a saúde. E é precisamente a vida que fica ameaçada ou limitada pelas doenças e pelos acidentes. Estes trazem....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa