Manual de Urgências em Pronto Socorro - Parte 02 - Urgências Clínicas - Capítulo 51 - Dissecção Aórtica

Marco Tulio Baccarini Pires. I. Introdução. A dissecção aguda da aorta é uma condição que apresenta baixa incidência (em torno de 2,9 casos/100.000 pessoas/ano), porém é de grande importância devido à alta mortalidade precoce — de 1% por hora — quando não reconhecida e tratada de imediato.. DeBakey divide a dissecção aórtica em três tipos: tipo I, originando na aorta ascendente e se estendendo pelo menos até o arco aórtico; tipo II, quando se restringe à aorta ascendente; e tipo III, quando se origina na aorta descendente. A classificação de Stanford divide as dissecções em tipo A, quando há acometimento da aorta ascendente, e tipo B, quando esta não é atingida (Fig. 51.1).. O quadro é considerado como agudo (quadro < 14 dias) ou crônico (quadro > 14 dias). O pico de incidência é entre os 60 e 70 anos, sendo os homens mais afetados, na proporção de 2:1. Os principais fatores predisponentes são: degeneração da camada média da aorta (p. ex. : síndromes de Marfan e de Ehrlers-Danlos), idade avançada e hipertensão arterial. Outros....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa