Manual de Urgências em Pronto Socorro - Parte 01 - Urgências Cirúrgicas - Capítulo 35 - Doença Inflamatória Pélvica

Marcos Mendonça. Vânia Lúcia Magalhães. I. Introdução. A doença inflamatória pélvica (DIP) é uma entidade clínica muito frequente e constitui a complicação mais comum e grave das doenças sexualmente transmissíveis. Trata-se de infecção ascendente decorrente da penetração e da multiplicação de microrganismos que se propagam da vagina e do colo uterino para o endométrio, trompas, ovários, peritônio pélvico e estruturas contíguas. Pode manifestar-se desde uma doença pouco sintomática até quadros graves que ameaçam a vida da paciente.. Mais de um milhão de mulheres contraem esta afecção por ano, e aproximadamente 25% delas estarão sujeitas a alguma sequela, como dor pélvica crônica, gravidez tubária ou infertilidade.. A DIP é uma doença que acomete principalmente mulheres jovens, e em 70% dos casos as pacientes estão situadas em faixa etária abaixo de 25 anos. Estudos epidemiológicos mostram que apenas 2,1% dos casos de DIP ocorrem em pacientes entre 10 e 14 anos de idade e 4,8% após os 44 anos.. Um episódio de doença inflamatória pélvica pode trazer consequências....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa