Terapia Intensiva em Pediatria - Seção 16 - Assistência de Enfermagem- Capítulo 62 - Cuidados de Enfermagem a Pacientes em Assistência Ventilatória

. Eliane Mendes Germano. Íris Fábia Albuquerque dos Santos . Introdução . De acordo com Piva (2005), 40% a 70% dos pacientes admitidos em uma UTI pediátrica necessitam de assistência ventilatória; é a eles que este capítulo é dedicado, pois necessitam dos cuidados de enfermagem mais complexos. . Como a oxigenação dos tecidos e a troca dos gases serão imprescindíveis à vida, os pacientes em assistência ventilatória mecânica (AVM) necessitam de cuidados redobrados por parte da enfermagem, cuidados que serão responsáveis pela manutenção e recuperação da integridade física desses pacientes. . Esses pacientes necessitam de monitoramento contínuo à beira do leito, o qual, feito pelas equipes de enfermagem, fisioterapeutas e equipe médica, torna-se imprescindível para a avaliação da recuperação do paciente. Entende-se tal monitoramento como um conjunto ou somatório de métodos que tem por objetivo as demonstrações funcionais de maneira contínua, o que assegura que os objetivos dos cuidados prestados estão sendo atendidos e os parâmetros destinados aos reajustes servirão para prevenir complicações.....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa