Terapia Intensiva em Pediatria - Seção 13 - Abordagem do Paciente Cirúrgico- Capítulo 58 - Cuidados Cirúrgicos nas LesõesCutâneas Graves em UTI Pediátrica

André Luiz de Figueiredo Coutinho . Introdução . Dentre as afecções cutâneas graves que podem levar uma criança à UTI encontram-se a necrose epidérmica tóxica (NET), a síndrome de Stevens-Johnson (SSJ) e a síndrome da pele escaldada estafilocócica (SSSS), que podem ser classificadas como eritema multiforme, variando, porém, quanto ao grau do acometimento e à etiologia. . São afecções cutaneomucosas, geralmente induzidas por reações de hipersensibilidade a drogas, podendo, algumas vezes, ser de caráter infeccioso e apresentar-se inicialmente como lesões eritematopapulosas com rápida evolução para vesículas, bolhas e necrose epidérmica. As lesões mucosas incluem conjuntivite e erupções em boca e genitais. Em nível sistêmico, podem ser observadas hepatite, nefrite, atrite, artralgia, febre e mialgia. . Apresentam baixa incidência, variando de 0,4 a 1,2 caso:1.000.000 (NET) e de 1 a 6 casos:1.000.000 (SSJ) com uma mortalidade de 30% a 35% (NET) e de 5% a 15% (SSJ). . Devido à gravidade das lesões e à complexidade do quadro clínico (principalmente pelos distúrbios....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa