Terapia Intensiva em Pediatria - Seção 12 - Acidentes na Infância- Capítulo 50 - Traumatismo Cranioencefálico

. Suzana Bezerra Serra. Geraldo José R. D. Furtado . Introdução. O traumatismo cranioencefálico constitui grave problema de saúde pública pelas diversas implicações associadas, como mortalidade, morbidade e custos para os serviços de saúde. Em contraste com a diminuição dessas ocorrências em países industrializados, a associação entre acidentes automobilísticos e traumatismos cranianos vem aumentando nos países em desenvolvimento. Estima-se que 75% das 850.000 mortes em acidentes automobilísticos que ocorrem anualmente em países não industrializados se devam a lesões do sistema nervoso central. Não se pode deixar de lembrar os acidentes domésticos, as quedas e as chamadas lesões não acidentais como etiologia nos traumatismos cranioencefálicos da criança. Na verdade, a idade dos pacientes está relacionada com a etiologia. É importante lembrar que crianças com menos de 2 anos de idade raramente apresentam, em acidentes domésticos, lesões cerebrais difusas e extremamente graves, sendo esses achados nessa faixa etária sugestivos de lesões não acidentais, como nos casos de crianças espancadas. . Estudos....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa