Cirurgia de Urgência - Vol. I - 2ª Ed. - Capítulo 04.16. Trauma do Tórax

Capítulo 04.16. Trauma do Tórax Luiz Gonzaga Pimenta. João Benedito Legatti. Alcino Lázaro da Silva Introdução O trauma torácico aumenta em importância, freqüência e gravidade.4,6,11,14,15 Os traumas em geral e torácicos em especial necessitam de assistência em serviço especializado. O primeiro atendimento do traumatizado é feito pelo plantonista que depois o encaminha ao cirurgião de tórax. Este fato, verdadeiro na vida prática, oferece bons resultados sem maiores prejuízos. A experiência tem demonstrado que menos de 10% dos acidentados de tórax necessitam de uma toracotomia de urgência. No Brasil, o trauma de tórax virou epidemia, tamanha a incidência de acidentes rodoviários envolvendo veículos de carga e um tumultuado trânsito urbano, aliados às doses excessivas de bebida alcoólica e irresponsabilidade do condutor de veículos motorizados. Além do mais, uma superpopulação periférica dos grandes centros, muito confinada, usa e abusa das armas metálicas e de fogo, numa agressividade pessoal sem precedentes, lesando o tórax. 4

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa