Cirurgia de Urgência - Vol. I - 2ª Ed. - Capítulo 06.18. Fístula Aortodigestiva

Alcino Lázaro da Silva. . Introdução. . A aorta pode romper-se para a cavidade peritoneal e para o retroperitônio. Mais raramente, o faz para o tubo digestivo, trazendo dificuldades diagnóstica e terapêutica.. . A fístula aortodigestiva pode ser primária ou secundária.. . Primária. A aorta pode se romper por trauma, dissecção ou aneurisma. Pode ser acometida por lesões digestivas: úlcera, carcinoma de pâncreas. O aneurisma ateromatoso é o mais freqüente e o local mais acometido é a 3ª porção do duodeno (80%). É raro no jejuno, estômago e íleo. Algumas são cataclísmicas, porém a maior parte é de menor volume com hematêmese ou melena moderada. Há casos raros de fístula ocluída por coágulo. O diagnóstico não é fácil. No sangramento abundante, o choque dificulta a ação propedêutica; no moderado, os exames são: (1) clínico - massa pulsátil palpada ou audível; (2) radiografia simples - se houver calcificação de aneurisma; (3) REED - dificilmente aponta alteração; (4) duodenografia hipotônica - pode mostrar amputação do duodeno;....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa