Cirurgia de Urgência - Vol. I - 2ª Ed. - Capítulo 06.16. Parada Cardiorrespiratória e Ressuscitação Cardiopulmonar

Tufi Neder Meyer. Alcino Lázaro da Silva Conceito e Histórico A parada cardiorrespiratória (PCR) pode ser definida como a cessação súbita e completa de atividade cardíaca efetiva e da ventilação pulmonar. O termo "parada cardíaca", de largo uso, é incorreto: não abrange a interrupção da atividade ventilatória, que sempre precede de pouco ou ocorre em seguida à cessação das contrações do músculo cardíaco. Prefere-se, ademais, a denominação PCR por suas implicações terapêuticas, ou seja: haverá necessidade de envidar esforços no sentido de recuperar tanto a atividade cardíaca quanto a função respiratória. Como ressuscitação cardiopulmonar (RCP) entendemos o conjunto de manobras e recursos terapêuticos utilizados com o fito de reverter a PCR, reconduzindo as funções circulatórias e respiratórias a um nível compatível com a manutenção da vida. Há quem prefira colocar este problema dentro de um grupo mais amplo, denominado Adinamia Circulatória Aguda, que seria composta de três situações especiais: parada do batimento....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?