Cirurgia de Urgência - Vol. I - 2ª Ed. - Capítulo 04.42. Trauma de Pelve

Sérgio Nogueira Drumond Introdução As fraturas de pelve apresentam-se como um problema complexo para o cirurgião, pois estão envolvidas lesões não só do sistema musculoesquelético bem como das vísceras, e dos tecidos moles contidos na pelve. As fraturas de pelve têm se tornado cada vez mais freqüentes, devido ao número crescente de acidentes de tráfego, responsáveis por dois terços dessas lesões traumáticas. São também causas determinantes freqüentes os acidentes industriais e quedas de grande altura. Cerca da metade dos portadores de fratura de bacia foram submetidos a grandes violências e apresentaram lesões múltiplas. Assim, essas fraturas apresentam elevado índice de mortalidade, com grande potencial de complicações. As fraturas de pelve produzem inevitáveis e profusas hemorragias que podem constituir, por si só, o principal problema da emergência. Grandes perdas hemorrágicas retroperitoneais, além de produzirem profundo choque, determinam dificuldades diagnósticas por irritação peritoneal. São também freqüentes as lesões ....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa