Cirurgia de Urgência - Vol. I - 2ª Ed. - Capítulo 04.36. Lesões Nervosas do Membro Escapular

Robert Jan Bloch. . Introdução. . Por muito tempo houve verdadeira confusão no que concerne à possibilidade de cirurgias em nervos periféricos. Este fato deve-se fundamentalmente à difusão da classificação das células, segundo Bizzozzero, em: células lábeis, estáveis e permanentes. Segundo este autor, as células nervosas seriam células permanentes e se caracterizariam pelo fato de não se reproduzirem após a embriogênese do indivíduo. Ocorre que estas células, apesar de não se reproduzirem, possuem capacidade de crescimento e regeneração que nos permite esperar uma reparação em zonas lesadas. Sobre este fato baseiam-se todas as possibilidades cirúrgicas que podemos estabelecer em nervos periféricos.. . Durante a embriogênese, após a etapa de neuroblasto, as células nervosas perdem a capacidade de multiplicação; entretanto, é mantida a capacidade de regeneração de urna parcela da célula, desde que unida ao centro trófico, que é o seu núcleo.. .

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa