Cirurgia de Urgência - Vol. I - 2ª Ed. - Capítulo 02.42. Anastomose Esplenorrenal Distal nas Varizes Esofagogástricas por Hipertensão Porta Esquistossomótica

Luiz Claro Pitanga. . Introdução. . Histórico como cirurgiões situados em zona endêmica da esquistossomose, nos dedicamos à cirurgia de hipertensão porta. Através dos tempos, fizemos algumas observações 7 que consideramos interessantes: os sangramentos que acometem os pacientes que permanecem na zona endêmica são sempre mais graves do que naqueles que já se afastaram do foco endêmico; mais ou menos 50% dos pacientes que sangram pela 1ª vez, param de sangrar espontaneamente. O 2º sangramento é sempre mais grave que o 12 e o 32 é, na maioria das vezes, mortal; é necessário agir antes que, pela espera excessiva, o paciente volte a sangrar e tenha, em conseqüência, sua reserva funcional hepática comprometida; hoje fazemos tudo que está ao nosso alcance para operar estes pacientes durante o 12 sangramento.. . Experiência Com o Tratamento Cirúrgico. . A literatura....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa