Cirurgia de Urgência - Vol. I - 2ª Ed. - Capítulo 01.02. Interpretação dos Sinais e Sintomas em Cirurgia de Urgência

Valdir Ribeiro. Alcino Lázaro da Silva Generalidades As emergências abdominais podem ser clínicas ou cirúrgicas. 2,5,11,13,26,31,37 Clínicas quando o tratamento recomendado é o conservador (Quadro I-2-1). Algumas afecções que simulam o abdômen agudo podem ser de tratamento cirúrgico, com operação realizada fora da cavidade abdominal. Outras vezes complicam-se e requerem cirurgia abdominal para correção. As doenças acima produzem, por vezes, quadros abdominais de diferenciação difícil com o abdômen agudo cirúrgico. As causas mais comuns de erro são a omissão de métodos propedêuticos (como os toques retal e vaginal ou os raios X de tórax em caso de pneumonia) e o rodízio médico. O desprezo pelos demais sistemas durante a tomada da história e do exame físico e o desconhecimento dos quadros clínicos produzidos por aquelas afecções também contribuem para os insucessos. Apesar de as condições clínicas que simulam abdômen agudo cirúrgico serem usualmente tratadas pelo método conservador, ....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?