Protocolos em Trauma – Hospital de Pronto Socorro João XXIII - I Protocolo - Capítulo 23 - Traumatismo de Uretra Posterior

“Em qualquer batalha, não costumam trazer a vitória o número de soldados e a coragem instintiva, mas a arte e o treinamento.” Vegécio . Incidência e mecanismo de trauma . • Apesar de incomum, a lesão uretral pode ocasionar grande morbidade (estenose uretral, incontinência urinária e disfunção erétil). As seqüelas podem resultar tanto do próprio traumatismo como da abordagem inicial inadequada dessa lesão. . • O traumatismo de uretra posterior está quase sempre associado à fratura pélvica. No entanto, somente 4% a 14% das fraturas pélvicas estão associadas à lesão de uretra posterior. A lesão vesical concomitante ocorre em 10% a 17% dos casos. As causas mais comuns são acidentes automobilísticos e as que- das de altura. . Diagnóstico . • O paciente típico com lesão de uretra posterior é aquele vítima de acidente automobilístico ou queda de altura que apresenta a tríade: presença de sangue no meato uretral e/ou uretrorragia, inabilidade para urinar e repleção vesical (sensibilidade <50%). No exame....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa