Tópicos em Gastroenterologia - Afecções Menos Freqüentes em Gastroenterologia - Vol 16 - Parte IV - Fígado - Capítulo 24 - Esteatopatite não-alcoólica

Guilherme Santiago Mendes. Introdução. A esteatose hepática ocorre quando o volume de gordura acumulado no citoplasma dos hepatócitos, especialmente triglicérides, excede 5% do peso total do fígado. Essa gordura hepatocitária acumula-se sob a forma de macrovacúolos, embora microvacúolos possam coexistir27. Antes considerada pouco relevante, a esteatose tem-se tornado objeto de intensa pesquisa nos últimos anos, pelo reconhecimento de seu potencial patogênico. Como o conhecimento adquirido sobre a doença é ainda incipiente, é natural que haja divergências acerca de conceitos, mecanismos fisiopatológicos, diagnóstico e tratamento. . A primeira discussão é sobre a denominação. A literatura tem preferido o termo doença hepática gordurosa não-alcoólica (DHGNA) com o objetivo de incluir no mesmo espectro a esteatose, a esteatoepatite não-alcoólica (EHNA), a fibrose e a cirrose decorrentes da progressão da EHNA. Cabe discutir se a esteatose é, de fato, uma doença, já que a grande maioria dos pacientes com impregnação excessiva de gordura no fígado não vai desenvolver EHNA, fibrose ou cirrose. A esteatose....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa