Sala de Emergência - Protocolos de Atendimento em Emergências - Capítulo 05 - Atividade elétrica sem pulso

“Depois da tempestade vem o sol”. . Um ritmo sinusal, ao monitor, durante uma parada cardíaca, não quer dizer que o paciente recuperou os sinais vitais. Tenha o cuidado de verificar o pulso, a pressão arterial, a freqüência cardíaca etc. A ausência de sinais vitais, com ritmo organizado no monitor, será chamada de atividade elétrica sem pulso (AESP), ou dissociação eletromecânica. Significa que o coração está contraindo, mas não o suficiente para gerar um pulso.. Não há muitas diferenças em relação à abordagem da AESP e da assistolia.. A seqüência de drogas é rigorosamente igual (adrenalina/atropi­na; 1mg de cada, respeitando o intervalo de 3 a 5 minutos entre elas), sendo a adrenalina a droga mais importante. . Jamais desfibrilar ou cardioverter uma AESP  .

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa