Eco-Doppler Manual de Interpretação - 2 Edição - Capítulo 10 - Valvas Cardíacas Artificiais

As valvas cardíacas artificiais são classificadas como biológicas (tecidos) ou mecânicas. As valvas biológicas são subdivididas em homoenxertos (aloenxertos) ou heteroenxertos (xenoenxertos). As valvas mecânicas são subdivididas em esfera-e-cesto, disco basculante simples ou disco basculante duplo. Os anéis anulares estão incluídos no grupo das valvas mecânicas. Os parâmetros normais para as valvas artificiais ao Doppler estão relacionados no Apêndice. Os princípios hemodinâmicos e sua aplicação às valvas artificiais foram apresentados no Capítulo 3. A Tabela 10.1 classifica as valvas artificiais usadas comumente.. Valvas de homoenxerto. Os homoenxertos são valvas preservadas de cadáveres humanos, na maioria dos casos valvas aórticas conservadas na posição aórtica. Essas valvas podem ou não ter stents. Os homoenxertos são relativamente resistentes a infecção, não necessitam de anticoagulação e oferecem boa hemodinâmica, mesmo nos pacientes com raízes aórticas de diâmetros pequenos. Em geral, a ocorrência de estenose aórtica não é problema. Os homoenxertos geralmente falham devido....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa