Manual de Urgências em Pronto-Socorro - 8ª Edição - Capítulo 52 - Reanimação Cardiopulmonar

Marco Tulio Baccarini Pires Nilton Alves Rezende Carlos Magno Mourão Pinto Ferreira. I. Introdução. A parada cardiopulmonar é a cessação da circulação e da respiração; é reconhecida pela ausência de pulso e pela apnéia em um paciente inconsciente.. A interrupção súbita das funções cardiopulmonares se constitui num tipo de problema que sempre foi um desafio para as equipes médicas. Esta é uma emergência médica extrema, cujos resultados serão a lesão cerebral irreversível e a morte, se as medidas adequadas para restabelecer o fluxo sangüíneo e a ventilação não forem tomadas. Até que o diagnóstico correto da causa da parada cardiorrespiratória seja determinado, a equipe de ressuscitação deve preocupar-se basicamente em manter o bombeamento sangüíneo e a função respiratória.. A taquicardia ventricular (TV) sustentada e a fibrilação ventricular (FV) são as principais causas da parada cardíaca. De fato, a análise da atividade elétrica intracardíaca feita a partir de cardioversores-desfibriladores implantáveis mostra que muitos episódios de FV geralmente se iniciam....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa