Manual de Urgências em Pronto-Socorro - 8ª Edição - Capítulo 27 - Traumatismo Cranioencefálico no Adulto

Sebastião N. S. Gusmão . Tales Henrique Ulhoa. Odilon Braz Cardoso. I.Introdução. A importância do estudo do traumatismo cranioencefálico (TCE) relaciona-se principalmente à magnitude dos problemas por ele gerados. O fato assume ainda maiores dimensões quando se percebe que o TCE, geralmente ocorrendo longe dos centros de assistência, envolve pessoas sem o mínimo conhecimento dos cuidados primários. A grande maioria dos traumas fatais poderia apresentar evolução diferente se abordada devidamente nos primeiros minutos após o acidente, principalmente no que concerne à assistência respiratória, ao controle imediato da hemorragia, à imobilização e ao transporte. Outro aspecto também crucial é a inobservância de certos critérios na abordagem pelo médico que faz o primeiro atendimento. Como o resultado final do tratamento depende dessa abordagem inicial, a situação já se encontrará decidida quando o paciente chegar ao centro regional especializado. São imperativos a segurança, o poder de decisão e a tranqüilidade para reconhecer as instabilidades causadas pelo trauma; a manutenção de uma via respiratória pérvia e....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa