Manual de Urgências em Pronto-Socorro - 8ª Edição - Capítulo 11 - Traumatismos Cardíacos

Marco Tulio Baccarini Pires. I.Introdução. No passado, as feridas do coração e dos grandes vasos eram sempre consideradas fatais e intratáveis. No século XVIII, Billroth, um dos pioneiros da cirurgia, escreveu: “O cirurgião que tentar suturar uma ferida no coração perderá o respeito de seus colegas.” Entretanto, apenas pouco tempo depois, no ano de 1896, Rehn, na Alemanha, realizou com sucesso a primeira sutura de uma lesão miocárdica produzida por arma branca.. Atualmente, com o desenvolvimento e o aprimoramento dos materiais e das técnicas de cirurgia cardíaca, tornou-se possível prestar melhor atendimento aos portadores de lesões traumáticas do coração, com queda acentuada na mortalidade e na morbidade.. II.Classificação. As lesões do coração podem ser penetrantes, não-penetrantes ou iatrogênicas.. A.Lesões penetrantes. São as lesões mais freqüentemente observadas na prática clínica. Os ferimentos estão presentes numa ampla área, que compreende todo o precórdio, a região cervical, a região axilar e o abdômen (Fig.....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa