Clínica Médica Vol. 1 - Nº 1 - Infecção Hospitalar - Capítulo 07 - Infecções no Paciente Queimado

Bernadete Cattete Blom. Sérgio Luiz de Lima. Introdução. O paciente queimado tem uma incidência maior de infecções hospitalares (IH). O risco dessas infecções aumenta pela perda da pele, que é a barreira de defesa contra a invasão de microrganismos. O paciente queimado tem sua resposta imunológica comprometida, envolvendo o sistema imune não-específico, a resposta celular e a resposta humoral. Ocorre, na escara do queimado, colonização por microrganismos (MO) da flora residente do paciente e por MO da flora contaminante hospitalar, que podem invadir os tecidos, causando infecção no local da ferida ou sepse.. A extensão da superfície corporal queimada (SCQ), a profundidade das lesões, as lesões por inalação, a idade avançada, as doenças prévias e as condições locais da ferida, além de falha nas rotinas básicas e nos cuidados com as feridas, são fatores que podem aumentar o risco de colonização seguido de infecção.. No nosso meio, a maioria das queimaduras ocorre por agentes térmicos. As queimaduras químicas e as lesões a frio são raras. Queimaduras elétricas são as de maior gravidade.. As....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa