Eletrocardiografia - 1ª. Ed. - Capítulo 33 - Dissociação Atrioventricular

Márcio Luiz Alves Fagundes. Fernando Eugênio dos Santos Cruz Filho. . Introdução. . Durante muitos anos houve confusão ao se relacionar uma definição precisa para o conceito de dissociação atrioventricular (DAV). Alguns autores1,2 procuram diferenciar o bloqueio atrioventricular (BAV) total de uma DAV completa simplesmente referindo que os átrios teriam uma freqüência mais rápida do que os ventrículos no primeiro caso e vice-versa na última condição. Tal definição é errônea, visto que o BAV total é uma das importantes causas de DAV completa e a relação de freqüência, acima mencionada, nem sempre é verdadeira.1. . A DAV é um termo inespecífico que decorre de um distúrbio do ritmo não-específico em que dois marcapassos (MP) ativam o coração concomitante, mas independentemente. Um dos MP tem origem nos átrios (geralmente de origem sinusal, mas podendo ser ectópico) e ativa os átrios predominantemente; já o outro MP origina-se na junção atrioventricular (JAV) ou nos ventrículos e ativa estes predominantemente.....

Siga em Google+



conteúdos relacionados



© 2000 - 2014 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa