Endocrinologia Clínica 1ª Ed. - Capítulo 21 - Feocromocitoma - Diagnóstico e Tratamento

Capítulo 21 - Feocromocitoma - Diagnóstico e Tratamento . Lucio Vilar. Antônio Carlos Machado. . Introdução. . Feocromocitoma é um tumor de células cromafins, secretor de e neuropeptídeos diversos, cuja manifestação clínica mais comum é a elevação da pressão arterial. Trata-se de uma doença rara, estimando-se que esteja presente em 1 de cada 1.000 hipertensos. Entretanto, cerca de 50% dos feocromocitomas são diagnosticados Post-mortem (prevalência de 0, 1 a 0,3% em estudos de autópsias).. . Apesar de sua raridade, o diagnóstico de feocromocitoma deve ser sempre cogitado na investigação de um paciente hipertenso, considerando-se os seguintes fatos: (a) trata-se de uma causa curável de hipertensão; (b) é potencialmente letal; (c) pode ser maligno; (d) pode vir associado a outros tumores (síndrome de neoplasias endócrinas múltiplas).. . Características Gerais dos Feocromocitomas. . Epidemiologia. . Ocorrem em qualquer idade, com um pico....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa