Cirurgia de Urgência - Vol. II - 2ª Ed. - Capítulo 13.06. Hérnia Diafragmática no Recém-Nascido e na Criança

Cícero de Lima Rena. . Introdução. . O primeiro caso foi descrito, em 1597 por Ambroise Paré. Tratava-se de uma hérnia diafragmática traumática. O primeiro caso de hérnia diafragmática congênita foi descrito por Reverius, em 1679. Morgagni, em 1761, relatou um caso de hérnia diafragmática retroesternal conhecida, hoje, como hérnia de Morgagni.11,19 Em 1848, Vincent Alexander Bochdalek descreveu a hérnia diafragmática congênita póstero-lateral. Apesar de a fisiopatologia hoje conhecida não ser a descrita por Bochdalek, a hérnia diafragmática congênita póstero-lateral é denominada hérnia de Bochdalek. 18. . Epidemiologia. . A incidência da hérnia diafragmática congênita varia de 1 para 2.000 a 1 para 5.000 9 nascidos vivos.5 A incidência é maior em natimortos.5 Não existe influência quanto à raça, ao sexo e à situação geográfica. Observam-se hidrâmnios em 20% de gestações com nascidos vivos e em 50% de natimortos com hérnias ....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa