Cirurgia de Urgência - Vol. II - 2ª Ed. - Capítulo 09.09. Doença Pilonidal

Alcino Lázaro da Silva. . Generalidades. . A doença pilonidal é uma entidade congênita que se torna sintomática, em geral, quando a pilosidade humana se torna evidente. Há uma inclusão intra-epitelial, anômala, de folículos pilosos no processo embriológico de coalescência das linhas medianas epidérmicas. Este fato é mais freqüente no sulco interglúteo.. . Acomete a pessoa na idade de 15 a 30 anos, mais o branco, o obeso e o de menor higiene ou com sudorese excessiva.. . Com o desenvolvimento piloso, há secreção, infecção e supuração que se evidenciam por celulites ou abscessos foliculares. Esses, por sua vez, transformam-se em fístulas que repetidamente se infectam, gerando novos abscessos.. . Em verdade não se trata de uma fístula verdadeira e sim de um seio (sinus) porque se observa, somente, um trajeto coletor de pus e um orifício de saída.. . Admite-se que somente cabelos frouxos podem se inserir em cicatrizes, e pela fricção, com as forças dirigidas ao sulco interglúteo, aprofundam-se as suas raízes e mantêm o processo ou fazem a recidiva. A rafe, ou cicatriz mediana, tem pouca resistência....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa