Cirurgia de Urgência - Vol. II - 2ª Ed. - Capítulo 08.01. Hemorragias Obstétricas

Mário Dias Corrêa. . Introdução.. . As síndromes hemorrágicas constituem problema grave, a exigir soluções imediatas. Impressionam sobremaneira não apenas a própria paciente, como também aos seus familiares e até mesmo a equipe ou o médico responsável pelo atendimento, que deve agir com presteza e decisão; só assim é possível minimizar os efeitos imediatos e tardios do sangramento. É função do médico identificar a causa, afastá-la e, de acordo com a quantidade de sangue perdido, providenciar sua reposição.. . Na grávida, todo sangramento pelos genitais é anormal. Sabe-se que, logo após o parto e no puerpério imediato, ocorrem perdas sangüíneas de pequena monta. Contudo, algumas intercorrências obstétricas podem provocar, nas diversas fases do ciclo gravidopuerperal, hemorragias de intensidade variável de acordo com o quadro.. . Por apresentarem características próprias e exigirem terapêutica individualizada, as síndromes hemorrágicas obstétricas são divididas em três etapas distintas: as hemorragias da primeira metade da gestação; as da segunda metade....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa