Cirurgia de Urgência - Vol. II - 2ª Ed. - Capítulo 07.24. Raiva

Alcino Lázaro do Silva. . Definição. . É uma zoonose transmitida por mordedura de animal raivoso ou por lambedura e aerossol. O vírus aloja-se nas glândulas salivares do cão. No homem transmite-se por transplante de córnea ou via placentária. Os reservatórios de vírus são: raposa, lobo, hiena, doninha, mangusto e morcego. A incubação dura de 15 a 60 dias.. . O quadro clínico consta de: angústia, cefaléia, febre, perturbações digestivas, irritabilidade, alterações sensoriais e distesia no local da inoculação. Progride para hipersensibilidade à luz e som, midríase e hipersalivação. Disfagia a líquidos por espasmo dos músculos da deglutição (hidrofobia e baba)- Há hiperatividade e convulsão culminando na paralisia e óbito entre dois a seis dias ou pouco mais.. . O ferimento deve ser exaustivamente lavado com sabão detergente, desinfetado e exposto. Não se deve suturá-lo. Os sabões têm ação corri perda da infecciosidade do vírus. Havendo possibilidade de contaminação deve-se usar a vacina. Se houver uso de imunossupressores, álcool ou corticóide, os mesmos devem ser suspensos, pois interferem....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa