Manual de Terapêutica Clínica - 28ª Ed. - Capítulo 19 - Conduta Médica na Doença Maligna

Joanne E. Mortimer. Morey A. Blinder. Matthew A. Arquette Abordagem do Paciente com Câncer I. Considerações gerais. Antes do início da quimioterapia e da radioterapia, todos os pacientes devem ser diagnosticados de câncer com base na histopatologia; se possível, um marcador clínico, bioquímico ou radiológico da doença deve ser identificado para avaliação dos resultados da terapêutica. A. Estágio e grau do tumor. Estágio é uma avaliação clínica ou patológica da disseminação do tumor. Os principais objetivos do estágio são determinar doença local ou regional, que responda à cirurgia e à radioterapia, e definir a terapêutica e o prognóstico ideais em subconjuntos de pacientes. O grau de um tumor define sua retenção de características em relação à célula de origem, sendo designado como baixo, moderado ou elevado à medida que o tecido perde sua aparência normal. B. Terapêutica. A indução é a quimioterapia empregada para alcançar uma remissão completa. Quimioterapia de consolidação é administrada a pacientes que inicialmente respondem....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?