Manual de Neurologia - 9ª Ed. - Capítulo 19 - Tumores Cerebrais

A caixa craniana e seu conteúdo. . A caixa craniana é atapetada pela dura‑máter, a qual é duplicada, em sua face interna, pela aracnóide. A caixa é septada por extensões da dura‑máter: a tenda do cerebelo entre o andar supratentorial e o infratentorial; e a foice do cérebro entre os dois hemisférios.. . O conteúdo da caixa craniana é representado pelo encéfalo, por seus vasos e pelo liquido cefalorraquidiano. Sendo todos esses elementos não‑compressíveis e a caixa craniana inextensível (ao menos, no adulto), o desenvolvimento de uma neoformação somente pode‑se fazer à custa de uma redução dos espaços vasculares líquidos, e, eventualmente, da transferência de volumes para regiões vizinhas: engasgamentos sob a foice, através do orifício da tenda e do buraco occipital.. . * O líquido cefalorraquidiano é distribuído em dois setores, subaracnoidiano (115 cm3) e ventricular (25 cm3), que se comunicam entre si ao nível da cisterna magna pelos orifícios de Luschka e de Magendie, abertos no teto do 4º ventrículo.. . A formação do LCR é plexual em 60%, como resultado de....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2019 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa