Diagnóstico por Imagem em Ressonância Magnética - 2ª Edição - Capítulo 01 - Princípios de base da Imagem e da Espectroscopia por Ressonância Magnética

A imagem por ressonância magnética e a espectroscopia (ERM) por ressonância magnética fundamentam-se, no domínio médico, na medida do magnetismo nuclear das substâncias que compõem os tecidos biológicos. Esta técnica de investigação originou-se de um fenômeno físico descoberto em 1946, chamado de ressonância magnética (RM) nuclear, empregada inicialmente nos estudos da química e da bioquímica graças à espectroscopia.. . Diferentemente de outros métodos de imagem médica, várias grandezas físico-químicas interferem na formação da imagem por ressonância magnética, ao passo que, na tomografia computadorizada, o único parâmetro físico que interfere na formação da imagem é o coeficiente de absorção do feixe dos raios X. Esta particularidade é ao mesmo tempo vantajosa e inconveniente. A medida de diversos parâmetros é mais rica, porque permite a obtenção de informações complementares, mas dificulta a interpretação das imagens.. . Devemos observar, também, que a espectrometria in vivo pela ressonância magnética é um domínio do futuro, uma vez que permite uma análise bioquímica de uma região específica do corpo humano.. . Após uma exposição dos princípios físicos da ressonância magnética....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?