Fertilidade e Infertilidade Humana - 1ª. Ed. - Capítulo 18 - A Má Resposta à Indução do Desenvolvimento Folicular Múltiplo

A. Pellicer. E. Gallardo. . Introdução. . A estimulação do desenvolvimento folicular múltiplo (DFM) na reprodução assistida é prática comum, embora as primeiras gravidezes com fertilização in vitro (IVF) tenham sido obtidas com ciclos espontâneos.1 Existem suficientes evidências na literatura de que o DFM incrementa a probabilidade de gestação em mulheres submetidas à inseminação artificial,2 e também de que o próprio DFM é uma estratégia positiva para aumentar a fecundidade em casais inférteis.3 Por isso, o DFM é uma prática habitual para todos aqueles que se dedicam à reprodução assistida.. . A primeira questão que surge é considerar o DFM em relação ao número de folículos pré-ovulatórios desenvolvidos. É óbvio que para a inseminação artificial é suficiente um número de folículos menor que o ideal para a IVF. Assim, este conceito não está claramente definido por excesso, e sim por déficit. Hoje em dia, entendemos que um....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?