Bases Anatômicas e Funcionais das Cirurgias do Membro Superior - Seção II - Anatomia Topográfico-Cirúrgica do Membro Superior - Capítulo 10 - Anatomia Cirúrgica do Antebraço

Introdução. O antebraço é o segmento do membro superior que se estende do cotovelo ao punho. As principais estruturas anatômicas descritas no braço passam pela fossa cubital e chegam ao antebraço. O nervo ulnar é a única estrutura que passa posteriormente à articulação do cotovelo.. O antebraço contém dois ossos paralelos: o rádio e a ulna. Este último situa-se medialmente no antebraço, sendo maior em sua parte proximal (olécrano), onde se articula com o úmero, e menor em sua parte distal. O rádio situa-se lateralmente e suas dimensões proximal e distal são inversas às da ulna; o rádio é menor proximalmente e maior distalmente, onde se articula com os ossos do carpo.. Estes dois ossos são unidos basicamente pela membrana interóssea e por três músculos: o pronador redondo, o pronador quadrado e o supinador. A membrana interóssea, embora seja uma estrutura fina, é bastante resistente e tem dupla função pois, além de unir os dois ossos, serve para inserção de alguns músculos do antebraço. A membrana interóssea é responsável por 70% da estabilidade axial dos ossos do antebraço. Apresenta um....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2017 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa