Condutas em Obstetrícia - Parte II - Assistência ao Parto - Capítulo 9 - Trabalho de Parto e Parto : Indução e Condução

Elenice Maria Ferraz. Introdução. A indução do trabalho de parto refere-se à iniciação das contrações uterinas por meio de fármacos, com o propósito de interromper a gestação. Está indicada quando o prolongamento da gestação constitui um fator de risco para a mãe e/ou feto. Antes de decidir-se pela indução do parto, deve ser feita uma avaliação cuidadosa dos riscos e benefícios. . A indução eletiva, sem indicação precisa, não é recomendada na área de obstetrícia do Hospital Universitário de Brasília (HUB). . A condução do trabalho de parto, por outro lado, refere-se ao estímulo das contrações uterinas que foram iniciadas espontaneamente, mas que são consideradas inadequadas por falha no progresso da dilatação do colo e descida fetal. . As principais contra-indicações à indução e à condução do parto são: . • Placenta ou vasa previa. . • Posição fetal anormal (só se recomenda a indução ou condução em apresentações cefálicas fletidas). . • Cicatriz de incisão uterina clássica anterior. . • Cesariana prévia.....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados



© 2000 - 2018 Bibliomed, Inc. Todos os Direitos Reservados contato imprensa