Tópicos em Gastroenterologia - Avanços em Gastroenterologia - Volume 15 - Capítulo 06 - Tratamento endoscópico das neoplasias superficiais do trato digestivo

David Corrêa Alves de Lima. Shinji Tanaka. Vitor Nunes Arantes. Marcos Paulo de Lima Taranto. Introdução. O tratamento endoscópico das neoplasias superficiais do trato digestivo teve início no Japão e vem sendo cada vez mais difundido e empregado no mundo ocidental, apesar das dificuldades e controvérsias que envolvem o assunto. Neste capítulo, abordaremos as principais indicações para o tratamento endoscópico das neoplasias superficiais do esôfago, estômago e cólon, com ênfase nas principais técnicas de ressecção, resultados e complicações. No mundo ocidental, o tratamento cirúrgico ainda é a primeira escolha para o câncer precoce do trato digestivo. O câncer precoce é definido como aquele restrito à mucosa, invadindo, no máximo, a submucosa, independentemente do tamanho ou da existência de metástases linfonodais. No entanto, o advento dos modernos endoscópios, com imagens de altas resolução e magnificação utilizadas em rastreamentos populacionais, tem possibilitado o diagnóstico do câncer precoce, com índices de metástases linfonodais baixos ou nulos. Nestes casos, a ressecção endoscópica integral da lesão constitui-se....

Divulgação



Publicidade

conteúdos relacionados


Assinantes


Esqueceu a senha?